quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Acorda Portugal!!!




Alteração da Constituição de Portugal para 2012 para poder atender o seguinte, que é da mais elementar justiça:

1. O deputado será pago apenas durante o seu mandato e não terá reforma proveniente exclusivamente do seu mandato.



2. O deputado vai contribuir para a Segurança Social de maneira igual aos restantes cidadãos.

Todos os deputados (Passado, Presente e Futuro) passarão para o actual sistema de Segurança Social, imediatamente.

O *deputado irá participar* nos benefícios* do regime* da *S*. Social *exactamente* *como todos os *outros cidadãos**.

*O fundo de pensões não pode ser usado para qualquer outra finalidade e não haverá privilégios exclusivos.


3. O deputado deve pagar seu plano de reforma, como todos os portugueses e da mesma maneira.


4. O deputado deixará de votar o seu próprio aumento salarial, direta ou indiretamente.


5. O deputado vai deixar o seu seguro de saúde atual (pago pelos contribuintes) e vai participar no mesmo sistema de saúde como todos os outros cidadãos portugueses.



6. O deputado também deve estar sujeito às mesmas leis que o resto dos portugueses.



7. Servir no Parlamento é uma honra, não uma carreira. Os deputados devem cumprir os seus mandatos (não mais de 2 mandatos) e então irem para casa e procurar outro emprego.


O tempo para esta alteração à Constituição é AGORA. Forcemos os nossos políticos a fazerem uma revisão constitucional.
Assim é como se pode CORRIGIR ESTE ABUSO INSUPORTÁVEL DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA .

1 comentário:

  1. Palavras do fiscalista Tiago Caiado Guerreiro:

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=RNr1eOhA4qE

    ResponderEliminar